claim

Razões pelas quais gosto de fotografia documental

quarta-feira, agosto 29, 2018

Lembro-me de quando era criança ver a minha mãe registar com frequência não só os momentos mais especiais, mas também aqueles que sucediam espontaneamente. São hoje memórias que nos transportam para um lugar no tempo.
Sempre fui muito observadora e muitas vezes pensava que um determinado momento daria uma foto espetacular. Raramente me sentia atraída pela típica fotografia de turista em que todos se alinham e fazem o seu melhor sorriso para a máquina (mas também tenho algumas dessas! Não me julguem...).

Mas o click deu-se pouco depois de nascer a minha primeira filha. Desde muito cedo nunca gostou de fazer pose para a foto. Aliás, quando eu lhe pedia para olhar para mim e sorrir ela fazia o oposto. E foi aí que comecei a registar os momentos mais banais e mais doces também, onde a personalidade dela era bem evidente. As fotos não eram espetaculares (não sabia nada de técnica ainda) mas todas tinham uma emoção presente. Hoje em dia a fotografia documental de família é sem dúvida a minha preferida, por várias razões:

1- Na fotografia documental não há poses.
O "olha para aqui e faz uma cara linda" sempre me deu um bocado nos nervos. E os sorrisos que se seguiam eram daqueles já a fugir muito para o amarelo. Todos temos direito às nossa emoções (crianças também) e há algo de muito forte quando se capta uma emoção real numa foto.
2- A fotografia documental conta uma história.
Ah, as histórias, sempre as histórias. Sabem quando estão a ler um livro e conseguem pintar uma imagem na vossa mente do que está a acontecer? Sempre adorei isso. Na fotografia documental é muito parecido. Quando vemos a sequência de fotos, inevitavelmente a nossa mente escreve a história. O melhor de tudo, uma história real.

3- A fotografia documental regista também os detalhes.
Nenhuma história está completa sem os pormenores. O livro que estão a ler, o brinquedo que tanto gostam, os dentes que caíram  e que deixaram aquele sorriso ainda mais cheio. São estes detalhes que tornam a narrativa num todo.




4- A fotografia documental mostra a realidade.
Pois, eu sei que as mães gostam de ter fotos onde as crianças estão todas bem vestidas e penteadas e as casas arrumadas como se fossem de revista (eu também). Mas vamos ser honestas por um segundo aqui. A vida não é um catálogo de Pinterest mas nem por isso alberga menos beleza. Registar o momento tal qual ele é torna-se para mim um preservar da memória real daquele tempo. É isso que quero que os meus filhos vejam mais tarde, a vida como realmente foi. Sem máscaras. Autêntica.



Eu sei, nem toda a gente quer ver o seu dia tal como é documentado. Mas os que embarcam nesta aventura não se arrependem.

Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis